Aum ॐ Meu Recanto de Paz: Paz...

ॐ Amigos, sejam muito BEM VINDOS!! ♥

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Paz...



'Quando os bons forem maioria, o mal há de se esconder de vergonha'.
Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. 11, item 12.

Para haver paz não basta aumentar o policiamento das ruas, melhorar a segurança dos prédios e casas, ou leis mais severas. Paz não se cria por Decreto, ou Lei, nem com construção de mais presídios.
 
Paz é construção coletiva de um povo. Envolve uma prática constante de atitudes éticas e amorosas. Seja em que domínio de ação for: em casa, no trabalho, na rua, nas escolas, nas estradas...
Observo, com tristeza, que, por vezes, aquele que reclama da insegurança na cidade costuma ser partícipe, de alguma forma, daquilo que gera a violência.

Explico melhor... por exemplo, o empresário que remunera inadequadamente seu funcionário, quando poderia diminuir um pouco seus rendimentos e lucros em favor daqueles que fazem sua empresa produzir, está criando dificuldades na vida de seu funcionário, que tem suas oportunidades de desenvolvimento, via de regra, diminuídas, bem como de todos os que dependem dele para viver.

E como "desenvolvimento" pense, por exemplo, em estudos, não só profissionalizantes, mas também estudos que promovam expansão de consciência. Pense também em lazer e cultura, que advém da compra de livros, de idas ao teatro e cinema, a shows, possibilidades de viagens... Ou até mesmo no desenvolvimento de hobbies como os ligados a todos os tipos de artes e esportes.

Quando a alma se alimenta, aquietam-se os instintos mais selvagens. E a alma se alimenta do belo, das sutilezas, da bondade, daquilo que toca a sensibilidade, do amor. Vejo pessoas que reclamam da falta de cordialidade no trânsito e são os primeiros a não serem gentis quando dirigem seus carros.

Reclama-se da violência das ruas e estes mesmos, tantas vezes, educam suas crianças com tapas, gritos, humilhações, desprezo, indiferença. Tratam aqueles que lhe são subordinados com desprezo e impaciência também.

Por outro lado, vejo trabalhadores, que mentem, que não se comprometem, que detestam o que fazem, que não sentem nenhum tipo de vínculo bom e positivo com seus colegas de trabalho ou com seus empregadores.

Infelizmente, criamos uma sociedade imatura emocionalmente, individualista, que não quer assumir responsabilidades, que empurra para baixo do tapete os desafios sociais que precisam ser enfrentados de frente. Sociedade que cria indivíduos excluídos de todos os tipos e os empurra para longe. Que quer a paz vinda dos cassetetes e dos cárceres, mas não constrói a paz verdadeira, e possível, que só nasce na convivência generosa, amável, gentil. Quando se abrem portas, criam-se laços de confiança e amorosidade.

Criminosos e psicopatas precisam ser tratados longe da sociedade, sim, com certeza. E quanto aos indiferentes, aos gananciosos, aos narcisistas e aos insensíveis que ajudam a criar esse tipo de doença social? O que fazer?

Precisamos de uma nova pedagogia para a convivência, para o viver pacífico.

"Seja a paz que deseja ver no mundo", disse Gandhi! Mas vá além da paz do silêncio meditativo, pratique a paz na rotina de seu dia a dia, sendo o elo forte desse cordão de vida que a todos nós conecta.

Thais Accyoli

6 comentários:

  1. Bom dia,Mari!Realmente as pessoas precisam ser mais conscientes em suas atitudes porque é muito fácil falar,mas na prática as que mais reclamam são as que continuam tendo as mesmas atitudes,educam mal os filhos,brigam no trânsito etc e tal.Precisamos valorizar mais a paz e a paz não é ausência de guerra é muito mais do que isso é um estado de espírito.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  2. Bom dia flor, você tem a mesma visão que eu, por isso acho muito importante você aqui na net, ajudando e clareando os caminhos de muita gente, parabéns pela postagem lindaaaaa. beijos no coração...

    ResponderExcluir
  3. Paz é mesmo algo que nasce dentro de nós, antes de florir o mundo.

    Abraço amigo e de paz para você, Mari!

    ResponderExcluir
  4. Um texto perfeito. Todos precisam fazer a sua parte.
    Beijos,
    Élys

    ResponderExcluir
  5. Olá Mari:)

    Adorei seu texto porque reflete a nossa sociedade mas infelizmente acho que a paz não está próxima porque cada vez o mundo/pessoas estão piores. Quando a paz não começa no interior das pessoas dificilmente se alastra pelo mundo. É triste mas é a realidade. Vamos ter fé e acreditar:)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi querida, há quanto tempo não venho no seu espaço! Estava com saudades. Estou com meu marido doentinho e com a rotina deixei de visitar muita gente! Agora estou retornando para dizer que amei o post.
    Nos faz pensar sempre no que fazemos diariamente, como tratamos as pessoas e tudo que é sagrado.

    Abraços

    ResponderExcluir

♥Adoro seu comentário!♥

Poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...