Aum ॐ Meu Recanto de Paz: A Dor do Abandono

ॐ Amigos, sejam muito BEM VINDOS!! ♥

domingo, 24 de junho de 2012

A Dor do Abandono



Era uma manhã de sol quente e céu azul quando o humilde caixão contendo um corpo sem vida foi baixado à sepultura.
De quem se trata? Quase ninguém sabe.
Muita gente acompanhando o féretro? Não. Apenas umas poucas pessoas.
Ninguém chora. Ninguém sentirá a falta dela. Ninguém para dizer adeus ou até breve.
Logo depois que o corpo desocupou o quarto singelo do asilo, onde aquela mulher havia passado boa parte da sua vida, a moça responsável pela limpeza encontrou em uma gaveta ao lado da cama, algumas anotações.
Eram anotações sobre a dor...
Sobre a dor que alguém sentiu por ter sido abandonada pela família num lar para idosos...
Talvez o sofrimento fosse muito maior, mas as palavras só permitem extravasar uma parte desse sentimento, grafado em algumas frases:
Onde andarão meus filhos?
Aquelas crianças ridentes que embalei em meu colo, alimentei com meu leite, cuidei com tanto desvelo, onde estarão?
Estarão tão ocupadas, talvez, que não possam me visitar, ao menos para dizer olá, mamãe?
Ah! Se eles soubessem como é triste sentir a dor do abandono... A mais deprimente solidão...
Se ao menos eu pudesse andar... Mas dependo das mãos generosas dessas moças que me levam todos os dias para tomar sol no jardim... Jardim que já conheço como a palma da minha mão.
Os anos passam e meus filhos não entram por aquela porta, de braços abertos, para me envolver com carinho...
Os dias passam... e com eles a esperança se vai...
No começo, a esperança me alimentava, ou eu a alimentava, não sei...
Mas, agora... como esquecer que fui esquecida?
Como engolir esse nó que teima em ficar em minha garganta, dia após dia?
Todas as lágrimas que chorei não foram suficientes para desfaze-lo.
Sinto que o crepúsculo desta existência se aproxima...
Queria saber dos meus filhos... dos meus netos...
Será que ao menos se lembram de mim?
A esperança, agora, parece estar atrelada aos minutos... que a arrastam sem misericórdia... para longe de mim.
Às vezes, em meus sonhos, vejo um lindo jardim...
É um jardim diferente, que transcende os muros deste albergue e se abre em caminhos floridos que levam a outra realidade, onde braços afetuosos me esperam com amor e alegria...
Mas, quando eu acordo, é a minha realidade que eu vejo... que eu vivo... que eu sinto...
Um dia alguém me disse que a vida não se acaba num túmulo escuro e silencioso. E esse alguém voltou para provar isso, mesmo depois de ter sido crucificado e sepultado...
E essa é a única esperança que me resta...
Sinto que a minha hora está chegando...
Depois que eu partir, gostaria que alguém encontrasse essas minhas anotações e as divulgasse.
E que elas pudessem tocar os corações dos filhos que internam seus pais em asilos, e jamais os visitam...
Que eles possam saber um pouco sobre a dor de alguém que sente o que é ser abandonado...

A data assinalada ao final da última anotação, foi a data em que aquela mãe, esquecida e só, partiu para outra realidade.
Talvez tenha seguido para aquele jardim dos seus sonhos, onde jovens afetuosos e gentis a conduzem pelos caminhos floridos, como filhos dedicados, diferentes daqueles que um dia ela embalou nos braços, enquanto estava na terra.


Redação do Momento Espírita

10 comentários:

  1. Minha querida que lindo, verdadeiro, e comovente esse seu testo.
    Esta é sim a pura da realidade, isto é o retrato da maior parte de todos nós quando a gente escuta estas coisas, pensa há os meus filhos não me fariam isto, mas fariam sim e farão a única coisa que todas as noites eu peço ao grande Espírito de Luz é que não deixe que a minha vida se prolongue demasiado tempo na terra, para que um dia eu não tenha que sofrer esta terrível dor ser velho é triste ser velho é a curva do abandono a curva da estrada.
    Tenha um lindo dia com beijinhos de luz e muita paz...

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,Mari!

    Que triste.Sempre é bom lembramos de fazer aos outros o que gostaríamos que fizessem para nós.Mas a maioria nem lembra deste sábio conselho dito por Jesus.
    Assim como nada é por acaso e ninguém passa pelo que não precisa...cada situação trás em si a semente do aprendizado.
    Beijos!Ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. Que triste Mari.
    Mas também acho que devemos compartilhar textos assim
    para que as pessoas sintam e façam a diferença.
    Um beijo e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  4. minha doce e querida amiga,vc deve imaginar o qto seu texto EMOCIONOU-ME! Eu,que,junto com nossos amigos,fazemos parte de um grupo onde levamos acima de tudo,amor aos idosos,que residem num abrigo aqui em Recife.E,a cada visita nossa,saio de lá com o coraçao apertadinho,em deixa-los pois,eles que nos ensinam exemplos de vida! Quase todos( pra nao dizer TODOS),sao colocados alí...e esquecidos pelos parentes e até amigos! É triste amiga querida...e,exatamente como vc escreveu,apenas fica uma cama vazia para ser substituida por outro idoso(a)...de forma "mecanica" amiga. Sabe,aconselho a toda criatura,antes de pensar em deixar quem quer que seja num abrigo,visite-os...veja o qto,nos olhos de cada um lá,ha o sentimento da dor,datristeza de ser abandonado. maravilhoso texto minha querida,grande abço fraterno

    ResponderExcluir
  5. Muito triste!,,,Muito comovente!...

    Tenha um boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa...que triste!!

    Tenha uma Linda Noite!
    Muita Luz!

    ResponderExcluir
  7. Tocante a historia... que muitas vezes imita a realidade,o que nos falta então... o amor sempre!

    lindo mesmo.. seus coraçãozinhos *-* adorei!

    linda semana!:D

    ResponderExcluir
  8. É triste e cada vez mais frequente , pois a correria em que as pessoas andam não permite lugar ao afecto .
    O que nos alegra é a outra vida que nos espera , tendo em conta o que semeamos .

    Um beijo e resto de semana serena

    ResponderExcluir
  9. Que linda Mari!!
    Estava sentindo sua falta e ía postar aqui... mas você "captou" meu pensamento e apareceu...rsrs. Graças a Deus é por causa da faculdade!
    Tudo que estiver no Blog da Mensagem do dia você poderá copiar, divulgar. Serás mais abençoada ainda Mari.Obrigada. Grande bj e que sejas iluminada na faculdade! Fique com Deus. NÂO SUMA!!

    ResponderExcluir
  10. Que mensagem linda, eu vi muitos casos de abandono de idosos, é realmente triste... mas quem somos nós para julgarmos... ao menos podemos refletir e não fazermos o mesmo!!! Bjos

    ResponderExcluir

♥Adoro seu comentário!♥

Poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...